Como compreender a linguagem da informática?

Nos últimos meses, com o advento da multiplicação das oportunidades de compra de computadores em parcelas menos salgadas, os usuários iniciantes tem se confrontado com situação curiosa e causadora de muita ansieade: o informatês e sua relação com os problemas dos computadores. Prá compreender melhor a informática hoje é preciso que façamos uma comparação que aproxime o entendimento do usuário da realidade. Imagine que as peças a venda, em suas diversas marcas e modelos sejam como calças, camisas, sapatos, meias, cintos e gravatas disponíveis em quantidade excessivamente grande em seu guarda-roupas. Cada peça tem suas caracteristicas próprias: preços diferentes, centenas de combinações possíveis, resultados ilimitados e uma configuração para cada ocasião ou objetivo. A interpretação, no caso da informática, sobre que configuração atenderá melhor a este ou aquele perfil de cliente, teoricamente, deveria ficar a cargo do profissional de informática que presta o serviço. O que acontece com frequência é que o desejo do cliente supera a ação do profissional na hora de escolha das peças e serviços. Desejo este que geralmente não cabe no bolso e sempre cria frustrações que crescem rapidamente. Repetindo velha máxima de postagens anteriores percebe-se que o ideal seria que o cliente sempre se guiasse pela ação e palavras de técnico, de sua confiança, antes de escolher este ou aquele equipamento e que o profissional técnico se comprometesse realmente com o seu cliente. A oferta de novas tecnologias não significa necessariamente oferta de qualidade em bens e serviços. Muitas das vezes um pc simples atende perfeitamente as necessidades de um usuário que utiliza apenas word e excel. O que conta é sempre a relação custo-benefício.

Informação é poder! Estude, pesquise, procure entender!

Luiz Loiola

Comentários

Postagens mais visitadas