Hoje, circula um e-mail convocando os internautas a apoiar o técnico da seleção brasileira. "Replique esta mensagem aos amigos!", exclama o texto.A Rede Globo rebateu as críticas recebidas por internautas, que encamparam um movimento a favor de Dunga, técnico da seleção brasileira, nesta terça-feira (22).
"A TV Globo está realizando uma campanha covarde contra o técnico Dunga, desde que ele cortou os privilégios da emissora na cobertura da seleção."
Em nota divulgada à Folha, a maior emissora do país rechaçou qualquer campanha contrária à seleção. "O único movimento do qual a TV Globo faz parte é de torcida pela seleção brasileira", afirma a emissora.
"No mais, queremos apenas que nossos profissionais sejam tratados com o mesmo respeito com que desempenham seu trabalho."

Link da imagem: http://f.i.uol.com.br/folha/tec/images/10173284.jpeg


Um dia antes, o tópico "Cala Boca, Tadeu Schmidt" dominou o Twitter como assunto mais comentado do mundo, devido ao texto lido pelo repórter da Globo no "Fantástico" que, em tom editorial, criticava Dunga.Dunga e jornalistas da emissora protagonizaram uma polêmica que atingiu proporções mundiais no serviço de microblogs Twitter.
No programa dominical, a emissora reproduziu a cena e mostrou momentos da entrevista em que, com o microfone aberto, Dunga proferiu palavrões. O narrador, então, criticou o técnico pelo "comportamento não compatível".
"O técnico Dunga, no comando da seleção há quase quatro anos, não apresenta nas entrevistas comportamento compatível com a imagem de alguém tão vitorioso no esporte. Com frequência usa frases grosseiras e irônicas. Hoje depois de uma vitória incontestável mais uma vez foi assim", disse Schmidt.