Pular para o conteúdo principal

Orgulho em ser Senai

Sou um amante da educação e da qualificação profissional em prol da sociedade Brasileira. Juntei as duas coisas quando ministrei meu primeiro curso em uma unidade do Senai em 1995, depois de haver sido aluno em anos anteriores. O mundo deu suas voltas e me trouxe para o Senai Gama - DF, onde estou a mais de uma década. O ideais desta empresa fantástica chamada SENAI são o diferencial no comparativo com o mercado de trabalho mundial. Sou um professor que tem o privilégio de amar o que faz e o lugar onde faz. Nada nesse mundo é perfeito, mas o Senai DF, e particularmente o Senai Gama, é o que há de melhor. Curioso é perceber que poucas são as pessoas que se interessam em conhecer uma instituição como essa, que qualifica nos padrões mais exigentes e oferece muitas opções também de gratuidade, em muitos períodos do ano.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Definitivamente, esse sou eu. Gosto muito desse texto.

PROFESSOR 3.0

A adoção de TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS traz muitos benefícios para nossa atividade docente, alem de proporcionar uma enorme VALORIZAÇÃO AO EDUCADOR que ama o que faz.
PROFESSOR 3.0
Educação de Sucesso

Brasil - Um país lindo, rico, de natureza exuberante e dimensões continentais

Somos considerados, por quem entende, um dos melhores e mais promissores países do mundo, mas a imagem que se prega é que somos apenas o país do futebol, no que discordo completamente. Esporte é sempre algo fantástico, que está virando apenas negócio. Temos um povo ordeiro, pacífico e trabalhador, mas que não tem acesso a uma educação de qualidade. Temos falhas enormes em todas as etapas do processo e os resultados são o que se vê atualmente nos atos desesperados de trabalhadores, estudantes e até empresários, que não conseguem entender como a falta de organização e planejamento podem ser tão grandes às vésperas de uma copa do mundo, se pagamos tantos impostos e nos esforçamos tanto. Os erros são tão absurdos que os investimentos prioritários são sempre em presídios, para encarcerar jovens e adolescentes que não puderam estudar porque não havia escolas, que não puderam trabalhar porque não havia empregos suficientes e que acabam presos por pequenos delitos, enquanto a impunidade se es…